Potência do Ar Condicionado - Como Calcular?

Muitas pessoas perguntam como calcular a Carga Térmica para dimensionamento de ar condicionado para utilização em dormitório ou mesmo num pequeno escritório. Veja aqui algumas variáveis para o correto dimensionamento.

Norma Técnica ABNT NBR 16401

Desde agosto de 2008 foi publicada a atualização da Norma NBR 6401 para NBR 16401-1 / 16401-2 e 16401-3 Projetos de Instalações de Ar Condicionado. ABNT NBR 16401-1 Parte 1: Referente a Instalações de Ar Condicionado - Sistemas Centrais e Unitários. Leia mais.

Como Funciona o Ar Condicionado?

Um ar condicionado usa um material chamado de "fluido de trabalho" (Fluido Refrigerante) para transferir energia de dentro de um quarto para o exterior. O fluido de trabalho é um material que se transforma fácilmente de gás para líquido e vice-versa, sob um grande intervalo de pressão e temperatura.

Cursos em Sistemas de Ar Condicionado

Cursos e Treinamentos sobre Sistemas de Ar Condicionado, Curso Técnico Gratuito no SENAI, Curso em Ar Condicionado Automotivo e outras dicas você encontra aqui.

Split Inverter - O mais Silencioso

O modelo mais silencioso do mercado chega ao país. LG anuncia Ar Condicionado Split Libero Inverter no Brasil e amplia a área de negócios de Ar Condicionados da empresa destacando investimentos globais, além de empreendedorismo local com vendas recordes em 2010.

Seu Banner Aqui

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Contagem regressiva para você iniciar 2011 de bem com a vida

Amigo,

Desejamos que você aproveite ao máximo as festas de fim de ano, confraternize com amigos, familiares, curta os presentes e o estouro do champanhe.
E se prepare para mais uma jornada em 2011.
Nosso blog não medirá esforços para disponibilizar o maior número de artigos possíveis. Tudo para que você encontre novas e boas matérias sobre ar condicionado, sempre!

Confira os artigos que já estão disponíveis e aguarde os novos que estarão chegando já no início de 2011.
Seja o primeiro a garantir participação, siga sistemas de ar condicionado.

Feliz 2011.


Abraço,

Murilo Sobral

sábado, 25 de dezembro de 2010

Com aumento de 35% no faturamento Star Center encerra o ano

A Star Center, empresa que atua como especializada na área de climatização, e que tem sede na cidade de Santo André (SP), encerra este ano com aumento de 35% no faturamento em relação ao ano passado. A climatizadora especializou em obras com certificação "Green Building", considerados como fomentadora de edifícios verdes - aqueles que têm conceitos de empreendimentos ecologicamente corretos.

As obras da Torre C do Rochaverá Corporate Towers foram consideradas como as primeiras de um empreendimento no Brasil a reunir vários conceitos de "Green Building". Por conta disso, o local acabou por conquistar a certificação LEED Gold, concedida pelo U. S. Green Building Council, dos Estados Unidos.
Para conseguir a certificação, o projeto foi concebido para atender a quatro exigências: redução do consumo de energia e dos custos operacionais e de manutenção; diminuição do uso de recursos ambientais não-renováveis; melhora da qualidade do ar interno dos edifícios; e melhora da qualidade de vida e da saúde dos usuários, otimizando a qualidade do ambiente construído.

Inovação
Outra inovação foi o Atrium IX, edifício comercial de alto padrão localizado em São Paulo, na Vila Olímpia. Este foi o primeiro edifício comercial do Brasil a utilizar o sistema de ar condicionado do tipo VRF (Fluxo de refrigerante variável) Sanyo com gás natural. A opção pelo gás natural proporciona economia de energia elétrica e garante a preservação ao meio ambiente, pois além da economia não há emissão de poluentes para atmosfera. A empresa inaugurou uma filial localizada no Bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro.
Fonte: DCI

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

Sua casa mais fresca no verão com 11 dicas práticas

Se já está preocupado com as altas temperaturas que estão por vir, saiba que alguns truques simples de decoração podem dar uma ajudinha e até diminuir os gastos com ventilador e ar condicionado.

Confira 11 sugestões listadas pelo arquiteto Sergio Astrauskiene e leve mais frescor aos ambientes:

1) Substitua tapetes peludos e de cores escuras ou fortes por peças de fios curtos e tons pastel;

2) Itens de vidro refrescam. Vale investir em espelhos, vasos, quadros de foto com vidro protetor;

3) Excesso de objetos torna os espaços mais abafados. Portanto, retire bibelôs, abajures, artigos de madeira;

4) Se for possível, elimine cores escuras das paredes. Dê preferência a tonalidades claras e pastel. Use tinta, papel de parede ou adesivos;

5) Sofás de tecidos pesados, como veludo e camurça, e de cores fortes não combinam com o verão. Que tal cobri-los com capas de panos leves? Entre as opções estão algodão e linho;

6) As mantas de sofá devem ser deixadas de lado nos meses mais quentes;

7) É interessante colocar capas nas almofadas muito escuras. Componha o visual com tecidos leves (linho, algodão, seda) de cores claras;

8) Acha que a cortina está deixando o ambiente "pesado"? Como tirar o forro pode atrapalhar para assistir TV, mude o seu xale. Deixe-o em um tom mais suave;

9) As lâmpadas de LED não aquecem o ambiente como as tradicionais e ainda são mais econômicas;

10) Lance mão de plantas, mas tenha cuidado. É que folhagens muito grandes e volumosas podem carregar locais pequenos e conferir sensação de calor;

11) Quem gosta de fontes tem um motivo a mais para colocá-las na casa. É que a umidade delas colabora com os moradores no verão. A mesma regra se aplica a aquários e outros artigos de decoração com água.
Fonte: Expresso MT

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

AHR Expo contará com empresa gaúcha de climatização

As últimas tecnologias do setor refrigerista mundial poderão ser encontradas em Las Vegas do dia 31 de janeiro a 2 de fevereiro na Exposição Internacional de Ar Condicionado, Calefação e Refrigeração (AHR Expo 2011 - sigla em inglês). Cerca de 1800 empresas apresentam suas novidades desde energias alternativas a automação e redes.
Da indústria brasileira estará presente a gaúcha Joape apresentando o veículo elétrico Speedy e os climatizadores industriais, comerciais e residenciais. Conforme o diretor da Joape, João Henrique Schmidt, a empresa está presente em 25 países e vai para a feira em busca de novos mercados.

- Já temos ligação forte com os Estados Unidos, Itália, Chile e Colômbia. Em uma feira internacional de Dallas conseguimos contato com a Rússia e hoje estamos presentes lá, o que mostra a importância desse tipo de evento - afirma.

Além de América e Europa, a Joape está presente na África do Sul, na Austrália e na Arábia Saudita. A empresa gaúcha participa pela quinta vez da Exposição Internacional de Ar Condicionado, Calefação e Refrigeração, nos Estados Unidos.

A AHR Expo acontece do dia 31 de janeiro a 2 de fevereiro, no Centro de Convenção de Las Vegas no estado de Nevada. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas através do site http://www.ahrexpo.com/. Informações como descontos em hotéis e informações da exposição também podem ser obtidas através do site oficial do evento.
Fonte: Segs

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Lançamento da Trane - Novo resfriador a ar tipo scroll CGAM no Brasil

O modelo oferece níveis de ruído mais baixos em sistemas HVAC comerciais e instalação mais segura-

Eficiência energética, baixos níveis de ruído e controles confiáveis e responsivos são vitais para a operação eficaz de edifícios de alta performance. Os donos e gestores de edificações focadas na eficiência energética estão buscando sistemas de conforto que proporcionem estes benefícios.

Para satisfazer esta demanda, a Trane, fornecedora líder global de sistemas e serviços de conforto interno, lança no Brasil o resfriador a ar tipo parafuso CGAM, um dos equipamentos mais eficientes disponíveis no mercado atualmente.

Alta Eficiência e Operação Silenciosa
O chiller foi concebido para aumentar a eficiência e reduzir os níveis de ruído de sistemas comerciais de aquecimento, ventilação e ar condicionado (HVAC). O CGAM é capaz de reduzir os níveis de ruído até 3 dBa adicionais com atenuação instalada de fábrica.

Este produto é 54% mais eficiente do que os valores mínimos exigidos pela norma ASHRAE 90.1 – 2007 em carga parcial (IPLV) e 11% mais eficiente em plena carga sob as condições de operação estabelecidas por ARI 550/590.

Graças à eficiência e aos baixos níveis de ruído, o chiller CGAM é apropriado para utilização em edificações de escolas e universidades e em processos industriais. O nível de eficiência energética e a operação silenciosa do CGAM também contribuem para que os donos de prédios comerciais ganhem pontos com a certificação LEED (Leadership in Energy and Environmental Design - Liderança em Energia e Design Ambiental).
Fonte: Reseller Web

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

Bom rendimento no trabalho depende do conforto ambiental

Correta climatização favorece trabalhos repetitivos e intelectuais.

A importância do bom ambiente de trabalho para o rendimento do funcionário não é segredo, mas para melhorar o escritório um fator importante é a climatização. Um local muito frio ou muito quente pode causar desconforto às pessoas e diminuir ritmo de trabalho da empresa. Computadores e equipamentos eletrônicos também precisam ser protegidos das altas temperaturas.

Conforme o presidente da Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação (Asbrav), Sérgio Helfensteller, ambientes com controle de temperatura e umidade podem fazer os funcionários renderem cerca de 30% a mais no trabalho além de diminuir o número de faltas.

- Um ambiente climatizado com as taxas de renovação e filtragem corretamente ajustadas e mantidas aumentam o rendimento dos funcionários, principalmente, em funções repetitivas ou intelectuais, além de diminuir o número de faltas no trabalho em cerca de 10% - explica.

A climatização não é apenas um item importante nas empresas, mas também em residências. Hoje, o número de lares com aparelhos de ar condicionados no Brasil é muito baixo em comparação com países desenvolvidos. Conforme Helfensteller, não se admite projetar uma nova obra sem prever a utilização de climatizadores. Ele ressalta também o uso em carros que há 10 anos era considerado um luxo e hoje é uma necessidade. Além do bem estar, o aspecto segurança tem se tornado importante ao permitir que as pessoas circulem com os vidros fechados
Fonte: Segs

domingo, 19 de dezembro de 2010

Projeto Comprador Latino-Americano - Abrava Exporta

56 reuniões foram realizadas com expectativas de negócios da ordem de US$ 2,05 milhões.

O Programa Abrava Exporta realizou o Projeto Comprador Latino-americano na segunda quinzena de novembro. O evento, que aconteceu em São Paulo, recebeu nove potenciais compradores vindos da Argentina, Chile, Colômbia e Uruguai. Foram realizadas 56 reuniões, entre compradores e dez empresas vendedoras locais do setor HVAC-R, com expectativas de geração de negócios da ordem de US$ 2,05 milhões. O objetivo da rodada de negócios foi fomentar novos negócios e dar às empresas brasileiras oportunidade de apresentarem seus diferenciais ao mercado internacional.

“Fiquei muita satisfeita com os resultados deste evento. As rodadas de negócios constituem uma importante ferramenta de promoção, pois permitem às empresas apresentarem suas linhas de produtos, discutirem especificações técnicas e aplicações, detalhes que muitas vezes não são percebidos pelos compradores. Além de permitir negociação direta com quem compram os produtos”, comenta a Gestora Técnica do Programa, Leila Vasconcellos.

Participaram da Rodada nove empresas compradoras internacionais e dez vendedoras brasileiras,são elas: três empresas argentinas (Ingelec – Pehuen – Sursolar); três chilenas (Comercial Shoot – Creavi – Clima Ambiente); duas colombianas (Ingeaire – Termosoluciones); uma empresa Uruguaiana (Replast); do Brasil (Apema, Apexfil, Coel, Globus, Grupo Hidroservice, Heliotek, Tecnoflash,Transsen e Tuma). O evento foi bem avaliado pelos participantes, pois, superou as expectativas quanto às perspectivas de geração de negócios.

A realização do Projeto Comprador está entre as ações de promoção comercial previstas pelo Programa Abrava Exporta. Já na agenda de 2011, para o Projeto Comprador FEBRAVA, que acontece em setembro, em São Paulo, estão previstos a vinda de 15 compradores internacionais.

O Programa Abrava Exporta é realizado pela ABRAVA – Associação Brasileira de Refrigeração, Ar-condicionado, Ventilação e Aquecimento, em conjunto com a Apex-Brasil, Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos, do Ministério do Desenvolvimento da Indústria e Comércio Exterior.
Acesse Abrava Exporta 
Fonte: Portal Fator

Dia 20/12 é dia do Mecânico - SP tem 242 Vagas

Nesta segunda-feira (20/12), comemora-se o Dia do Mecânico. Em razão disso, o Centro de Apoio ao Trabalho (CAT) reservou 242 oportunidades nas áreas automotiva e de refrigeração. A seleção de trabalhadores acontece até sexta-feira (24/12).

Dentre as vagas com maior oferta, encontram-se 56 para mecânicos de autos em geral, 29 para auxiliares de mecânico, 20 para mecânicos de socorro, 14 para mecânicos de refrigeração e 13 para instaladores de som e acessórios de veículo.
Os salários variam entre R$ 530 e R$ 2 mil, que vão de acordo com a função e a empresa contratante. Quase 80% das vagas exigem experiência de, no mínimo, seis meses na função, mas há oportunidades que não necessitam de tempo de trabalho. A escolaridade também varia de cargo para cargo, algumas exigem ensino médio completo e outras basta apenas estar cursando o ensino fundamental.

O CAT também oferece vagas para: alinhadores de direção, de pneus e de rodas, borracheiro, instaladores de alarme, som e acessórios de veículos, mecânicos de manutenção de ar condicionado, de máquinas de costura, de ônibus, bicicleta e motocicletas, além de mecânicos montador e de suspensão. O profissional de mecânica e manutenção pode ainda encontrar diversas outras oportunidades de emprego.

Os interessados devem ter em mãos a Carteira de Trabalho, RG e CPF e se dirigir a uma das unidades do CAT, do CAT Móvel, ou da Tenda do Trabalhador, que estará disponível aos munícipes a partir do dia 22 deste mês. Na Praça do Patriarca Outras informações podem ser obtidas na Central de Atendimento ao Munícipe pelo telefone 156. Lembrando que não haverá expediente durante os dias 24, 25 e 31 de dezembro e 1° de janeiro, em função das festas de final de ano.
Veja o endereço próximo da sua casa clicando aqui.
Fonte: O Repórter

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Ar Condicionado Automotivo - Curso

Cursos e Treinamentos sobre Ar Condicionado Automotivo, Click aqui.
Ishi - Rua 3020, nº 88 Centro, Balneário Camboriú, Santa Catarina  55 (0xx47) 3264-9677


Dicas: Ar Condicionado doPeugeot 206


Problema: Derretimento do terminal do RESISTOR da ventilação interna.
Conseqüência: Não liga ventilação, ou só funciona na 4ª velocidade.
Sugestão: Se necessário troque o resistor e pode ser feita ligação alternativa com fios 4 mm² (estanhados), direto nos fios até o resistor, pois nem sempre se encontra este terminal para substituição. O acesso é pela entrada da recirculação de ar, atrás do porta luvas, na parte superior esquerda. Isso geralmente ocorre ou por mal contato nos terminais ou por consumo elevado de corrente do motor da ventilação.

Problema: Queima do RESISTOR do eletroventilador do condensador.
Conseqüência: Não liga a 1ª velocidade do eletroventilador, ocasionando elevação da pressão e temperatura do fluido refrigerante, baixando a eficiência, isso geralmente passa despercebido e pode sobrecarregar o sistema a longo prazo.
Sugestão: Se necessário troque o resistor. Sua localização é na parte inferior da carenagem do eletroventilador.

Problema: amassamento dos O`rings do FILTRO SECADOR e VÁLVULA DE EXPANSÃO.
Conseqüência: vazamento de fluido refrigerante e óleo, baixa a eficiência ou não liga compressor.
Sugestão: trocar os O`rings.
Fonte: Ishi

domingo, 12 de dezembro de 2010

Ar condicionado 175% mais econômico é desenvolvido em Universidade

Uma tecnologia desenvolvida por um grupo de pesquisadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, promete ser capaz de reduzir drasticamente o consumo de energia elétrica dos aparelhos de ar condicionado, além de diminuir a poluição causada pelas atividades da máquina.
O feito será possível graças a um novo metal desenvolvido pela equipe. Descrito como “termicamente elástico”, o material funciona como um compressor tradicional, mas requer menos energia.
“A expectativa é de que o novo refrigerador aumente a eficiência em 175%, além de reduzir as emissões de dióxido de carbono em 250 milhões de toneladas métricas por ano e substituir os refrigerantes líquidos, que causam degradação ambiental”, informou o diretor da pesquisa, Eric Wachsman.

Revolução para o consumidor
Sendo um dos eletrodomésticos mais populares do planeta, especialmente nos países que enfrentam verões quentes, a tecnologia poderá representar uma revolução no mercado.
“Os aparelhos de ar condicionado representam a maior parcela das contas elétricas das residências, durante o verão. Por isso esta nova tecnologia poderá ter um impacto significativo para os consumidores, bem como um benefício ambiental importante”, reforça Wachsman.
Na próxima fase da pesquisa, a equipe irá testar a viabilidade comercial do “metal inteligente”. O protótipo de 10 kg irá substituir um sistema de refrigeração convencional baseado no ciclo de compressão de vapor, trocando os fluidos por um material sólido – uma liga com memória de forma termoelástica.
Segundo o professor Wachsman, esse material pode absorver ou criar calor alternadamente da mesma forma que um compressor comum, mas utilizando muito menos energia. Ele ainda gera um impacto ambiental menor quando comparado com a tecnologia convencional, além de evitar o uso de fluidos que podem contribuir com o aquecimento global.

Investimentos
Para contribuir com o andamento da pesquisa, o Departamento de Energia dos Estados Unidos viabilizou um investimento de US$ 500 mil para a universidade. O valor é parte de uma verba de US$ 92 milhões que serão distribuídos para 43 projetos destinados a pesquisas em tecnologias e inovações sustentáveis.
“Essas ideias inovadoras terão um papel crítico para a nossa segurança energética e crescimento econômico”, afirmou o secretário de Energia dos EUA, Steven Chu. “Nesse momento é mais importante do que nunca investir em uma economia baseada em energias novas e limpas”, completou.
Fonte: EcoDesenvolvimento

sábado, 11 de dezembro de 2010

Variáveis para Calcular Carga Térmica

Variação de temperatura é um dos principais fatores que contribuem para o envelhecimento de circuitos integrados, sendo assim, todo e qualquer equipamento eletrônico em um site de telecomunicações terá sua vida útil drasticamente reduzida caso esta variável de ambiente não seja adequadamente controlada. Logo é de fundamental importância projetar e dimensionar um sistema de refrigeração que seja capaz de trocar a energia térmica do ambiente interno com a do ambiente externo, sendo que a troca de calor deve ocorrer em uma velocidade adequada a manter a temperatura interna sobre níveis aceitáveis para o correto funcionamento dos equipamentos. (A Imagem do calculo acima mostra a complexidade de um calculo de carga térmica. Esta atividade deve ser executada por profissinal qualificado para precisar a capacidade dos equipamentos e garantir um conforto térmico adequado para o ambiente).

Variáveis de ambiente

Sala
A sala onde serão localizados e instalados os equipamentos é talvez uma das variáveis de maior peso no dimensionamento de um sistema de refrigeração. Nesta etapa, vários elementos devem ser levados em consideração:

Área e pé-direito da construção
A área e o pé-direito da sala servirão para calcular o volume de ar no interior do recinto, este volume de ar deve ser constantemente renovado pelo equipamento de refrigeração.
Área média das paredes também é uma informação importante para fazer o dimensionamento.

Localização da construção
O fato de a sala estar localizada no subsolo ou entre 2 andares de um prédio fará com que ela receba um índice de radiação solar inferior aquele em que ela estivesse apenas revestida por uma lage e um telhado.

Material constituinte das paredes
O material que constitui as paredes da construção irá influenciar diretamente na taxa de transmissão de energia térmica entre os ambientes interno e externo.

Portas e Janelas
Portas e janelas são compostos por materias distintos daqueles utilizados na construção, sendo assim, a transmissão de energia térmica através destes se dá a uma taxa diferente da ocorrida nas paredes da construção.

Ambiente
A temperatura externa do ambiente possui muita influência no sistema de refrigeração, assim como a temperatura interna desejada para o ambiente. Quanto maior for a diferença entre a temperatura interna e externa maior será o trabalho executado pelo sistema de refrigeração.

Equipamentos
Os equipamentos a serem instalados no interior da sala irão dissipar uma certa quantidade de energia por unidade de tempo o que acabará por elevar a energia térmica contida no interior da sala. O trabalho executado pelo sistema de refrigeração é o de "retirar" esta energia térmica do ambiente evitando que a temperatura suba a níveis que possam causar danos a estrutura dos circuitos integrados dos equipamentos, sendo assim, é fundamental conhecer a potência em Watts (W) total, dissipada por todos os equipamentos no ambiente.

Pessoas
Esta variável de ambiente nem sempre é lembrada, mas seres humanos também irradiam calor e caso existam pessoas trabalhando longos períodos no interior de uma sala refrigerada, o calor emitido pelos seus corpos transmitirá uma energia térmica considerável ao ambiente. É interessante comentar que em média o metabolismo de uma mulher adulta corresponde a 85% do de um homem adulto, já o metabolismo de uma criança corresponde a 75%.

Carga térmica
Definição:
"Carga térmica é quantidade total de calor que deve ser removida pelas serpentinas de refrigeração para manter as condições desejadas e a temperatura dentro de um compartimento "

De posse de todas as variáveis de ambiente, é possível estimar a carga térmica (Thermic load) do ambiente que é expressa em Kcal/H, e a partir dela podemos calcular a potência em BTUs de um equipamento de ar-condicionado.

Exemplo de dimensionamento de um sistema de refrigeração
Condições de simulação:
  • Sala
    • Área = 9m²
    • Pé direito = 2,80m
    • Localizada no 2º andar de um prédio de 3 andares
    • Área média das paredes = 8,50m²
    • Paredes compostas de 1 único tijolo maciço.
    • 1 x Janela de 1,4m² sem nenhum tipo de cortina ou material para bloquear a radiação. Esta janela recebe radiação solar na parte da tarde.
    • 1 x porta de 1,5m² feita de madeira.
  • Ambiente
    • Temperatura externa = 25ºC
    • Temperatura interna desejada = 19ºC
  • Equipamentos
    • Potência total dissipada = 1200W
  • Pessoas
    • 1 funcionário do sexo masculino, trabalhando em tempo integral.
A partir destas informações, vamos utilizar o módulo de sistemas de refrigeração do Jubarte para dimensionar a potência do ar-condicionado necessário para refrigerar este ambiente, é sempre bom lembrar que é aconselhável considerar uma margem de segurança de 10% e também manter uma margem para futuras expansões e/ou substituições de equipamentos.













Observação: Veja quantas variáveis podem influenciar na potência do Ar Condicionado. Recomendo que não utilize "x"m² é igual a "x" Btu, pois você poderá adquirir um equipamento que não te atenderá a contento.

Gostou deste artigo? Então considere assinar grátis nosso Rss Feed e receba todas as atualizações do SAC diretamente em seu e-mail.
Siga e envie aos seus amigos via Twitter e Facebbok.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

Comparativo - Sistema Inverter x Convencional

Inverter
Controle de Temperatura
- Atinge rapidamente a temperatura desejada;
- Temperatura desejada é mantida constante com pouca oscilação.


Economia de Energia
- Até 40% menor que o convencional;
- Alta eficiência e economia de energia.

Operação
- Compressor opera variando a rotação em função da temperatura desejada;
- Aumento gradativo na rotação do compressor evitando picos de energia.
- Função de secagem de serpentina, evitando formação de mofo e odor.

Nivel de Ruido
- Menor que o convencional;
- Com a temperatura estabilizada, o compressor opera em baixa rotação, reduzindo mais ainda o ruído da condensadora.

Gás Refrigerante
- Gás Ecológico R-410.

Filtro 
- de íons desodorizantes;
- A força dos íons negativos remove completamente as sujeiras e odores do ar mantendo a sala confortável


Convencional
Controle de Temperatura
- É necessário algum tempo para atingir a temperatura desejada;
- A temperatura ambiente oscila (+/- 2ºC) próximo a temperatura desejada.


Economia de Energia
- Baixo consumo elétrico.

Operação
- Compressor liga ou desliga para manter a temperatura ambiente próxima a temperatura desejada;
- Compressor com partida direta, picos de energia.

Nivel de Ruido
- Baixo nível de ruído;
- Compressor liga e desliga.

Gás Refrigerante
- Gás R-22 (HCFC).

Filtro
- Filtro antibactericida de catequina de maça;

- Bactéria no ar / tipo de mofo etc.



Gostou deste artigo? Então considere assinar grátis nosso Rss Feed e receba todas as atualizações do SAC diretamente em seu e-mail.
Siga e envie aos seus amigos via Twitter e Facebbok.

Fonte: Fujitsu

Livro Refrigeração e Condicionamento de Ar

Autor: TRAINING PUBLICATIONS DIVISION
Editora: HEMUS
Assunto: ENGENHARIA MECÂNICA


Este manual apresenta informação sobre dois processos vitais para a arquitetura e engenharia modernas; a refrigeração e o ar condicionado, mostrando os princípios de operação do equipamento usado para estes serviços, em várias circunstâncias práticas. Sumário - Definição de frio e calor; Métodos de remoção do calor; Teoria do calor, tipos de calor, pressão, vaporização, condições físicas de vapores e líquidos;

Transferência de calor, isolamento; Refrigerantes, característica se precauções de segurança; Ciclo de refrigeração, condensador, reservatório,dispositivos de medição, evaporador, regulador de pressão do evaporador,compressor, chaves de pressão, válvula solenóide, termostatos, válvulas de retenção manual, desumidificador, chavetas de falta de óleo, de falta de água e reguladora de água; Compressores, alternativos, hermeticamente vedados e centrífugos; Evaporadores, serpentinas de resfriamento e suas características, manutenção; Sistemas de resfriamento a água, circuito de resfriamento a água, componentes;

Circulação de ar, fluxo de ar natural e forçado, sistemas de ventilação e ar condicionado, conjunto de dutos,filtros; Psicrometria e carga térmica, fatores que afetam o conforto e a eficiência do homem, cálculo das cargas térmicas; Sistemas de jato de vapor;Sistema de absorção, diagramas de equilíbrio; Terminologia e localização de avaria.
Preço: R$ 38,00
Onde: Livraria Cultural

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

A importância da qualidade do ar em ambientes climatizados

Falta de manutenção pode causar doenças respiratórias.
A Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação (ASBRAV) deu início a uma campanha institucional para chamar a atenção para importância do tema: a qualidade do ar interno em ambientes climatizados. Por lei, proprietários responsáveis por sistema de climatização com capacidade acima de 5 TR devem manter um responsável técnico habilitado para controlar a qualidade do ar e, consequentemente, reduzir casos de doenças respiratórias.


Ainda de acordo com a legislação, é necessário que o responsável mantenha um Plano de Manutenção e Operação e Controle (PMOC), voltado para o sistema de climatização. É preciso ainda que divulgue os procedimentos e resultados das atividades, garanta a execução contínua do PMOC, mantenha disponível o registro da operação e emita a Anotação de Responsabilidade Técnica (ART).

— A ASBRAV, na condição de entidade zelosa pela divulgação das melhores práticas profissionais no seu segmento, lembra que órgãos competentes da Vigilância Sanitária farão cumprir o regulamento. O infrator estará sujeito às penalidades previstas na portaria — diz a associação.

Segundo a ASBRAV, a lei também estabelece que os produtos utilizados na limpeza dos componentes de sistemas de climatização devem ser biodegradáveis e estarem devidamente registrados no Ministério da Saúde. O sistema de climatização deve permanecer limpo, assim como seus componentes — bandejas, serpentinas, umidificadores, ventiladores e dutos.

Fonte: ClicRbs

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Manutenção de ar condicionado é fundamental alerta Crea

O verão se aproxima e muita gente já começa a pensar em comprar um aparelho de ar condicionado pra refrescar a casa ou o ambiente de trabalho. Porém, após a aquisição do equipamento, alguns cuidados devem ser tomados para que ele possa manter a qualidade do ar do ambiente e não se tornar viveiro para microorganismos nocivos à saúde, como bactérias, fungos, protozoários e outros agentes biológicos.

"Aparelhos de ar condicionado que não passam por manutenção periódica podem desencadear crises de rinite, bronquite, infecções respiratórias, pneumonia e até fibrose pulmonar, que é uma doença bastante grave", comenta o médico pneumologista do Hospital de Clínicas (HC) da Universidade Federal do Paraná (UFPR), João Adriano de Barros.

Para evitar problemas, o Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia do Paraná (Crea-PR) alerta que a manutenção dos aparelhos deve ser periódica.
"Poucas pessoas sabem que a falta de limpeza ou manutenção correta nos sistemas e aparelhos de ar condicionado pode comprometer a saúde dos usuários e também afetar a durabilidade dos equipamentos", informa a entidade.

Segundo o engenheiro mecânico do Crea-PR, José Carlos Wescher, a limpeza de sistemas de ar condicionado individuais deve ser feita por profissional habilitado, a cada três meses. Já a de sistemas presentes em ambientes climatizados artificialmente de uso público e coletivo -como, por exemplo, shoppings e bancos - deve ser mensal.

Exigências
"A Vigilância Sanitária exige que alguns cuidados sejam tomados em relação aos sistemas de uso coletivo. Geralmente eles são maiores, ficam ligados por mais tempo e, por isso, necessitam de manutenção mais constante. Além de prevenir problemas de saúde, a limpeza e manutenção fazem com que os equipamentos funcionem em condições favoráveis, gastem menos energia e tenham maior vida útil", afirma Wescher.

A cada seis meses, sistemas presentes em locais de uso coletivo também devem passar por avaliação maior. O engenheiro explica que é preciso que sejam realizados diversos tipos de testes, como análise de bioaerosol, concentração de dióxido de carbono, determinação da temperatura, umidade e velocidade do ar e concentração de aerodispersóides.
Fonte: Paraná OnLine

sábado, 4 de dezembro de 2010

Uniflair é adquirida pela Schneider Electric

A Schneider Electric anunciou hoje a assinatura de um acordo para adquirir a italiana Uniflair S.p.A., fabricante número 3 do mundo em sistemas de resfriamento de precisão in-room e pisos de acesso modulares, dirigidos principalmente para aplicações de data centers e telecomunicações. (na foto: Chiller da Uniflair)


A Uniflair S.p.A. tem forte presença na Europa e em novas economias, em particular na China e na Índia. A empresa emprega cerca de 500 funcionários no mundo todo e possui plantas na Itália, China e Índia. Seu faturamento no ano corrente deverá ultrapassar €80 milhões e sua lucratividade deverá ser de um dígito.

A Uniflair S.p.A. traz para a Schneider Electric: .Amplo portfólio de produtos complementares às tecnologias de resfriamento in-row da Schneider Electric, como seu recente lançamento, o EcoBreeze, uma solução de ar condicionado inovadora para data centers
. Posição de liderança em refrigeração de data centers na Europa
. Capacidades comprovadas de design e engenharia, assim como grande competência e agilidade de produção para aplicações de missão crítica, que reforçam as competências da Schneider como provedor de soluções de energia eficiente para data centers.

“Essa aquisição representa uma continuidade de nossos investimentos e comprometimento com inovação em refrigeração para o ambiente de TI, ao mesmo tempo em que expandimos nossas capacidades regionais e fortalecemos nossa posição global”, comenta Laurent Vernerey, vice-presidente executivo da Schneider Electric – IT Business, complementando que “o portfólio de produtos extenso e de presença global da Uniflair agrega valor à nossa oferta de ar condicionado de precisão para o ambiente de TI e é consistente com nossa estratégia de prover soluções completas para nossos clientes.

Já para Francesco Bettella, presidente e diretor executivo da Uniflair S.p.A, “a combinação de nossa oferta complementar de produtos ajuda a nos transformar em um fornecedor de soluções de refrigeração para data centers.”
O fechamento da transação, sujeito às aprovações regulatórias, deverá acontecer no primeiro trimestre de 2011. Esta aquisição deve seguir os critérios de Retorno do Capital Investido da Scheider Electric.
Fonte: Portal Fator

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Use direito o Ar condicionado

Uso correto do ar-condicionado automotivo oferece conforto ao motorista.
Se você é daqueles que apenas lembra que tem ar condicionado no verão, saiba que corre o risco de ter uma indesejável surpresa quando acionar o sistema e ele não oferecer uma resfriadinha sequer.


Um dos sinais para detectar que algo não vai bem -além é claro do fato do aparelho não estar resfriando conforme o esperado - é o odor que ele pode emitir, uma característica que, inclusive, é o indicativo de que fungos e bactérias talvez tenham escolhido o ar-condicionado automotivo, úmido, fresco e descuidado, como moradia.

Uso correto

Imagine que você entra em seu carro após tê-lo deixado horas a fio estacionado em pleno centro maringaense debaixo de um sol escaldante.

O banco quente faz com que suas costas suem e grudem incomodamente na camisa. É complicado até mesmo manter as mãos sobre o volante por mais de dois segundos seguidos. Não conseguindo mais lidar com essa situação você vai e aciona o ar-condicionado, exato?

A resposta é não. Fazer isso danifica o aparelho. "O correto é que depois de deixar o veículo sob forte temperatura, o motorista transite por alguns instantes com os vidros abertos para que todo aquele vapor seja dissipado", orienta Manoel Domingues de Souza Olival, proprietário de uma oficina especializada em ar-condicionado automotivo, em Maringá.

É só depois disso que as janelas devem ser totalmente fechadas, e o aparelho finalmente colocado para trabalhar.

Saiba mais...
Se o verão é conhecido pela alta temperatura ele também se caracteriza pelas intensas pancadas de chuva. É nesses dias chuvosos que o aparelho desempenha outra importante função: a de desembaçador dos vidros.

Para acabar com a fumaça e o "ar viciado" que se instala dentro veículo, após a utilização prolongada do aparelho, as janelas ou as ventarolas devem ser abertas durante alguns minutos. Da mesma maneira, desativar a função de re-circulação de ar interno, juntamente com o uso do sistema de ventilação também traz bons resultados.

Nunca arrisque fazer a revisão do ar condicionado em empresas não especializadas. O barato pode sair caro.
Não se preocupe com aquela água que escorre do ar-condicionado. Trata-se da umidade interna do veículo que é removida para a área externa.
Fonte: ODiário

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Dicas para manter a qualidade do ar condicionado do carro

O ar-condicionado é um equipamento fundamental nos dias de hoje. O acessório é indispensável para refrescar o calor do verão, para tornar a condução mais segura (muitos motoristas temem deixar o vidro aberto) e também para evitar o embaçamento dos vidros nos dias de chuva. No entanto o equipamento merece cuidado especial, pois funciona à base de gás de refrigeração.


Por isso o WebMotors, maior portal de classificados de veículos do país, divulga dicas de como manter o ar-condicionado sempre em perfeito estado para o uso no dia a dia. Confira alguns hábitos que podem melhorar o funcionamento do ar-condicionado e também a vida dos motoristas:

· Ao contrário do que muitos costumam dizer, o gás não gasta nem envelhece, embora não esteja livre de vazamentos. Então para funcionar bem, deve ser ligado pelo menos uma vez por semana;

· Cerca de 70% dos problemas deve-se a vazamentos, mas também são comuns problemas elétricos e carga excessiva de gás durante a manutenção, o que pode ser explicado por desinformação do proprietário e serviços não qualificados. Por esse motivo, nada mais indicado que instalar os equipamentos adequados e originais;

· Sempre procurar um local onde mecânicos sejam responsáveis e certificados pelo serviço prestado;

· Depois de deixar o carro estacionado sob o sol forte, nada pior que enfrentar aquele calor dentro do veículo. Muitas vezes, o motorista fecha imediatamente os vidros e liga o ar. O ideal é deixar os vidros abertos por alguns minutos, com o ar-condicionado ligado, e depois fechá-los. Assim, o ar quente é dissipado, dando lugar ao ar mais frio;

· A utilização correta da recirculação (botão que indica a circulação externa do ar fechada) propicia um resfriamento mais rápido do automóvel e ainda impede que o ar externo entre no carro, o que é ideal para situações de trânsito pesado, com muita fumaça e poluição. Porém, a recirculação deve ficar ativa cerca de quinze minutos e depois desligada, evitando a sobrecarga do equipamento;

· Os carros 1.0 tem que ter o compressor menor para que não aumente muito o peso do veículo nem altere o rendimento. Por isso proprietários de modelos 1.0 devem comprar equipamentos originais para evitar a instalação de um ar condicionado que danifique o motor e a eficiência da refrigeração;

· Se, por exemplo, o compressor não for adequado, o carro pode perder tanta potência que o motorista corre o risco de ficar na mão em pleno trânsito. Isso mesmo. O carro pode parar no meio da rua por falta de potência. Por isso é importante usar peças originais e consultar mecânicos certificados para reparar o ar condicionado;

· Preste atenção no funcionamento do ar-condicionado durante o ano inteiro. Procurar os problemas só durante o verão pode causar ainda mais dificuldades: as oficinas ficam lotadas e o serviço não é tão atencioso quanto poderia ser.
Fonte: Segs

Bactéria Legionella faz mais uma vítima mortal na Espanha

As autoridades espanholas anunciaram, na ultima sexta-feira (26/11), a morte de um homem de 87 anos, por contaminação pela bactéria legionella. Esta já é a oitava vítima mortal desde que foi detectado um surto da doença do legionário na capital espanhola.

Além das oito vítimas mortais, as autoridades de saúde madrilenas já confirmaram a existência de 46 casos de contaminação pela bactéria.

Para tentar controlar o surto epidemiológico, foram isoladas mais oito torres de refrigeração, a juntar às 12 que já haviam sido isoladas devido à detecção de altos níveis de presença da bactéria legionella.
Fonte: A Bola

Faltam profissionais qualificados em Climatização

A boa notícia de perspectiva de crescimento de 15 a 20% no mercado de climatização vem acompanhada de uma séria preocupação: a dificuldade de obter profissionais qualificados para o setor. As empresas não estão conseguindo profissionais para atender às suas necessidades devido à falta de mão de obra especializada.


A situação acontece no segmento de ar condicionado, ventilação, refrigeração e aquecimento. Mesmo com diversos cursos disponíveis na área, muitos não buscam um novo aprendizado, que é considerado indispensável para o crescimento ou conquista de um futuro emprego.

Segundo o presidente da Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação (ASBRAV), Sérgio Helfensteller, há casos em que a procura por um profissional qualificado ultrapassa 60 dias.

- O problema também é intensificado com a falta de capacidade dos próprios cursos. O aprendizado deve ser moderno, abordar assuntos atuais que possam preparar da forma mais adequada o profissional para o mercado - diz.

A ASBRAV disponibiliza dois tipos de cursos duas vezes ao ano para quem quiser aprimorar seus conhecimentos ou pretende ingressar no setor: curso Mecânico de Refrigeração e Ar Condicionado e curso Instalação de Split. Ambos formam profissionais capacitados para o mercado. Sérgio disse ainda que praticamente todos que fazem o curso já saem com um emprego assegurado.

O que impede também o crescimento desses profissionais é o nível de escolaridade. Os cursos possuem como pré-requisito o ensino fundamental ou experiência comprovada na área. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2006, 49% da população brasileira com mais de 15 anos possui no currículo menos de oito anos de escolaridade. Para quem deseja começar a trabalhar na área é preciso comprovar a educação básica. Mais informações podem ser obtidas através do site www.asbrav.org.br.
Fonte: Segs

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Negócios em climatização tem projeção de crescimento de 20% em 2010

Evento promovido pela ASBRAV comemorou os bons resultados do ano.

O aumento do poder de compra do consumidor e o crescimento de empresas estão repercutindo positivamente nos setores de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação. A estimativa é que o segmento termine o ano de 2010 com um aumento de 20% na comparação com o ano passado.


A Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação - ASBRAV comemorou na última sexta-feira (26) com seus associados e convidados esse bom momento no cenário econômico. Entre os destaques do ano a Feira e Congresso Mercofrio, no mês de outubro, agregou grande público e bons negócios para os expositores. Formação de profissionais qualificados e novos parceiros institucionais também foram temas recorrentes nas mesas dos 389 presentes. Segundo o presidente da ASBRAV, Sérgio Helfensteller, o resultado é o melhor desde 2005.

- A entidade aumentou em 15% o número de associados este ano. A sétima edição do Mercofrio foi também um grande marco ao longo de 2010 e superou todas as nossas expectativas - diz.

Outras metas atingidas foram a realização de palestras técnicas mensais, a evolução do site da entidade, as assistências jurídicas e a intensificação da presença da mídia. Estão nos planos da ASBRAV a ampliação dos benefícios aos associados, aumento das ofertas de curso, novos rumos para o Mercofrio, planejamento estratégico e PGQP, assim como fortalecer os parceiros institucionais.

Segundo o vice-presidente da Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento (ABRAVA), Wadi Tadeu Neaime, havia uma insegurança com a economia no início do ano, mas acabou com o melhor resultado para todos os setores. Lembra que agora a principal preocupação é a falta de profissionais capacitados no mercado.

- O plano é investir em equipamentos e treinamentos na área. Não podemos ficar sem chances de crescimento por não ter mão de obra especializada. Estamos mobilizando todas as áreas que podem formar e capacitar - diz.

O evento contou também com a presença de José Rogelio Medela, presidente da SINDRATAR-SP; João Roberto Minozzo, diretor da ABRAVA; Paulo Dalosto, diretor da AGEI; Donário Braga Neto, representando o presidente Capoani do CREA-RS; Wanderlei Zamberlam, representante do SENAI-RS; José Carlos da Rosa, diretor da escola SENAI MAUÁ; Miguel Núñez, presidente da ABEMEC-RS; e diretores e associados da ASBRAV.

A festa de fim de ano da ASBRAV ocorreu no restaurante Panorama localizado na PUCRS, em Porto Alegre, às 21h. O evento foi patrocinado por Armacell, Artetec, Berlinerluft, Carrier, Elefant, Globus, Hitachi, Indústrias Tosi, Joape, Klift, LG, Mercato, Metávila, Philco, Polipex, São Carlos, Serraff, Soclam, SPM, Tour & Andersson, Testoni, Totaline e Trane. Os apoiadores foram a RNM Editoria e Nova Técnica Editorial.
Fonte: Segs

Midea investe R$ 10 milhões

Ampliação do centro de distribuição permitirá oferecer mais produtos além de ar-condicionado


Maior fabricante mundial e líder no mercado brasileiro de ar-condicionado split, a chinesa Midea não pretende dar refresco para a concorrência. A empresa investiu R$ 10 milhões no centro de distribuição em Palhoça, na Grande Florianópolis, onde funciona a sua sede no país.

A Midea praticamente dobrou a capacidade de armazenagem do local, que subiu de 11 mil para 20 mil metros quadrados, com inauguração em janeiro de 2011. A ampliação também elevará o número de funcionários de 150 para 190.

A estratégia para ganhar espaço na casa dos brasileiros também inclui o avanço em outros segmentos. Os micro-ondas da marca chinesa chegam às lojas do país na próxima semana.
Um carregamento com 6 mil unidades desembarcou quinta-feira pelo Porto de Itajaí. Ele integra o primeiro lote de 30 mil unidades, que deve ser vendido até o final deste ano, projeta o presidente da Midea do Brasil S. A, Natanael de Souza.

— A China enxerga a América Latina como uma região com grande potencial de desenvolvimento e consumo. O Brasil tem estabilidade, investimentos em infraestrutura, potencial alto de consumo e pouco muito risco para os próximos 10 anos.
Souza observa que o crescimento da classe C abriu um mercado em franca expansão para os fabricantes de eletrodomésticos.

Outros produtos chegam em 2011
No varejo, os preços dos micro-ondas devem variar entre R$ 199 a R$ 599, conforme o modelo. O portfólio de produtos da Midea não para por aí, por isso a estratégia é trazer toda a sua linha branca para o varejo brasileiro. Em janeiro, chegam às prateleiras novos produtos, como frigobar e adega. Esses itens vão se somar a outros produtos, como climatizadores e aquecedores.

Aparelhos de ar-condicionado ecológicos, com gás menos poluente e menos gasto de energia, devem chegar em breve. De olho no crescente mercado nordestino, um novo centro de distribuição será instalado em João Pessoa (PB). Terceirizadas, em princípio, as operações começam em janeiro. A construção do novo CD deve levar um ano e meio e tem investimento inicial de R$ 10 milhões.

— A ideia é atender Norte e Nordeste a partir de João Pessoa. Palhoça abastecerá Sul, Sudeste e Centro-Oeste. A unidade nordestina vai reduzir em 5% os custos — explica Souza.

Os chineses da Midea decidiram acompanhar de perto essa expansão. Uma comitiva de altos executivos do grupo, liderados pelo presidente Xiangjian He, visitou o Brasil pela primeira vez esta semana. O grupo, formado por sete chineses, passou por Manaus e Florianópolis, antes de seguir para Buenos Aires. De acordo com o diretor da empresa no Brasil, Marcelo Galiberne, a comitiva veio conferir "se a operação brasileira está no caminho certo".

Em Manaus, o grupo de executivos chineses discutiu planos de longo prazo. Uma das possibilidades é iniciar produção de refrigeradores no país para competir no mercado local.
Fonte: Clicrbs

sábado, 27 de novembro de 2010

Construção sustentável de ouro

A ideia partiu da Holcim, uma multinacional de suíça que está entre as maiores produtoras de cimento, que resolveu criar uma Fundação para a Construção Sustentável, atribuindo prémios àqueles que considera serem os melhores projectos à escala global.


Os vencedores deste ano só serão conhecidos no ano que vem, mas vale a pena espreitar dois dos projectos galardoados em 2009, escolhidos de entre mais de cinco mil candidaturas oriundas de 121 países:

O ouro foi atribuído a Marrocos, pela restauração do rio Fez, com o objectivo de revitalizar a Medina da cidade marroquina. O projecto inclui uma série de intervenções para renovar os curtumes tradicionais, a criação de espaços públicos e zonas pedonais e a restauração da biodiversidade. A equipa, liderada pelo arquitecto Aziza Chaouni e o responsável pelo planeamento Takako Tajima formaram uma organização não governamental denominada Sauvons Oued Fez, que funciona como uma rede para o desenvolvimento dos sub-projectos de remediação e para incentivar o envolvimento da comunidade local.

No Vietname, o novo campus universitário em Ho Chi Minh City, ganhou o galardão de prata. Para além de uma redução do consumo de electricidade, conseguida através da inclusão da luz solar e do recurso a células fotvoltaicas, a ventilação natural faz com que quase não seja necessário o uso do ar condicionado. A água da chuva é canalizada para águas sanitárias e também para o ar condicionado, através de vaporização.
Fonte: Ambiente Online

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Reduza o gasto na conta de luz com ar condicionado ecológico

O uso do ar condicionado torna-se indispensável com a entrada das estações quentes. Porém, o que muita gente não sabe é que existem os representantes da linha ecológica, que reduz a conta de luz em até 40%.


Embora o investimento seja cerca de 20% maior do que o necessário para a compra de um aparelho tradicional, o ecológico traz benefícios ao meio-ambiente, pois, além de necessitar menos energia elétrica para funcionar, utiliza gás natural, em vez de CFC (Clorofluorcarbono) - que fazia das geladeiras antigas os vilões da conta de luz.

O uso do ar-condicionado tradicional durante oito horas diárias consome entre 90 KWh a 110 KWh por mês. Convertendo em reais, esse gasto equivale a aproximadamente R$ 50 - de acordo com preços da Eletropaulo, concessionária de energia que atende o Grande ABC. Se o aparelho em questão fosse o ecológico, o valor poderia cair para até R$ 30.

A explicação, segundo Adriana Cleto, arquiteta de uma empresa especializada em soluções de climatização, está no fato de o gás utilizado não gerar pico de energia, quando o aparelho exige mais força para funcionar, caso do CFC.

Outra vantagem, segundo Adriana, é o ruído, que chega a zero quando utilizado o aparelho ecológico. "O compressor trabalha de acordo com a necessidade do local: reduz ou aumenta sua potência de forma suave, diferentemente dos equipamentos de tecnologia mais antiga."

QUANTO CUSTA
Enquanto uma máquina comum custa cerca de R$ 1.100, analisa a arquiteta, a ecológica fica em torno de R$ 1.450 - diferença de R$ 350. Quanto à instalação, o preço também é um pouco mais salgado, devido à tubulação necessária, que é mais espessa e feita de cobre para comprimir o gás natural. Gasta-se R$ 100 a mais do que para instalar um ar-condicionado normal, chegando a R$ 450.

Adriana destaca a manutenção do aparelho, cuja limpeza interna o próprio cliente pode fazer. A limpeza da serpentina deve ser realizada a cada seis meses ou um ano, de acordo com a frequência do uso.

CUIDADOS
É válido se atentar ao ambiente em que o aparelho será instalado, se será em um quarto de solteiro, uma sala de TV ou um escritório. A quantidade de pessoas que se beneficiarão com o ar-condicionado está ligada diretamente à potência dele.

"Antes de adquirir qualquer equipamento, é imprescindível saber se ele atende à necessidade do local onde será instalado. É preciso também chamar profissionais capacitados e que indiquem o melhor produto para aproveitar o verão de maneira agradável e responsável", destaca a arquiteta.

Hoje, existem no mercado diversos fabricantes de aparelho de ar-condicionado ecológico, dentre eles a LG, Fujitsu, Toshiba, Midea e Mitsubishi.
Fonte: Diário do Grande ABC

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Empresas importam mais matéria-prima

O ímpeto importador das empresas joinvilenses acelerou muito neste ano. Entre janeiro e outubro, as compras feitas no exterior foram de US$ 1,19 bilhão, 110,6%% a mais do que nos mesmos meses de 2009, aponta levantamento feito pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex).


O dólar barato – que acumula uma queda de 25,98% desde o início de 2009 – e o programa Pró-Emprego, que estimula as importações pelos portos catarinenses – são os principais fatores que estimularam o aumento de negócios das empresas da mais populosa cidade catarinense com fornecedores de fora do País. E parte do que é comprado lá fora está indo para acelerar o ritmo de produção da indústria joinvilense. Sete em cada nove dólares importados são matérias primas ou máquinas e equipamentos.

O crescimento nos negócios está sendo puxado pelos insumos usados nos processos industriais. As empresas joinvilenses compraram US$ 523,4 milhões nos dez primeiros meses do ano. É 139% a mais em comparação ao mesmo período de 2009. Cátodos de cobre, usados na indústria metal-mecânica; iodo, na químico-farmacêutica; policloreto de vinila, na plástica; e trigo, na alimentícia; são as principais matérias-primas que estão sendo adquiridas.

O peso das matérias-primas no total das importações também aumentou, passado de 38,66%, no ano passado, para 43,87%, em 2010. Além de comprar mais mercadorias, as indústrias estão gastando mais. O iodo ficou 16,57% mais caro entre os dois períodos; o policloreto de vinila. 40,98%; o trigo, 17,24%; e laminas de ferro e aço, 45,62%.

O motivo é o aquecimento da demanda por estes produtos. Ela está sendo puxada pelo maior crescimento da economia mundial, que está concentrada principalmente pelos países emergentes. O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima uma expansão de 4,8% no produto interno bruto (PIB) global. No ano passado, houve um recuo de 0,6%.

Outro segmento em que está havendo forte crescimento é o de bens de consumo. Com a melhoria da renda e o aumento do crédito para as pessoas físicas, aumentou a procura por aparelhos de fora do País. As compras de micro-ondas aumentaram 106,84%; de refrigeradores, 548,28%; e de aparelhos de ar condicionado tipo “split”, 1.059,85%.
Fonte: Clicrbs

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Sustentabilidade Empresarial?

Comumente vemos o uso no meio empresarial do termo sustentabilidade empresarial, mas o que será isso? Existem realmente empresas sustentáveis? É o que vamos ver a seguir...
O termo sustentabilidade é a pauta da vez em grandes centros de discursões empresariais, todos falam a necessidade de se ter uma empresa sustentável, socialmente correta, preocupada com o meio ambiente e com bem estar das pessoas, garantindo a longevidade da humanidade.


Mas, cabe aqui uma pergunta, será que as empresas estão realmente preocupadas com estas causas? Afinal, o que é essa tal sustentabilidade de que tanto se fala atualmente?

O termo sustentabilidade surgiu em 1987 com a publicação do relatório Nosso Futuro Comum, que foi lançado após o incidente da explosão do reator da usina de Chernobyl, na Ucrânia. Este desastre lançou na atmosfera uma quantidade de radiação equivalente a 500 bombas atômicas, similares a de Hiroshima, evacuando uma área equivalente a 140 mil km a ser evacuadas.

A idéia de sustentabilidade ganhou mais ênfase com a Conferência Rio 92, em 1992, e posteriormente com a Rio +10 realizada em Johanesburgo, em 2002. Em ambas foram tratadas questões sobre o desenvolvimento sustentável e a sua importância para a sociedade civil, governos, empresas, organismos internacionais, ONGs, entre outros.

Porém, foi no meio empresarial que o termo sustentabilidade ganhou mais "adeptos" sendo muito abordada por especialistas do setor, que passaram a utilizar o termo para descrever a capacidade que a organizações tem para se manter "vivas" por uma maior longevidade. Sendo muito comum o uso das expressões: "a sustentabilidade empresarial", "somos uma empresa sustentável", enfim...

Entretanto, o que se sabe é que essa abordagem merece questionamentos, já que alguns autores se dividem quando o assunto é sustentabilidade empresarial, já que uns acreditam no uso inadequado da expressão e outros inclusive apoiam essa tendência.

Aqui vai uma pergunta para você caro leitor, será que as empresas estão realmente preocupadas com a questão da sustentabilidade ambiental? Elas se importam mesmo com as causas sociais? Ou isso não passa de um mero artifício de um marketing social, muito utilizados atualmente por grandes grupos empresariais?

O que se sabe realmente é que o termo se popularizou, ganhou proporções macros, porém nada de efetivo tem sido feito realmente, apenas algumas modificações em padrões de produção, que aparentemente passaram a ser "ecologicamente" mais corretas.

Aliados a isso houve uma tímida mudança nos escritórios, nas salas de espera, enfim, no ambiente empresarial, empresas passaram a utilizar produtos recicláveis, diminuir o uso de ar condicionado, investir na coleta seletiva de lixo, entre outras práticas.

Tomara que estas ações um dia possam realmente gerar resultados suficientemente capazes de produzir efeitos positivos para as nações futuras e que isso não passe apenas de uma estratégia de marketing efêmera, fundamentada tão somente com o objetivo máximo de gerar dividendos para as organizações que adotam tal prática. Mas, enquanto isso...só nos resta esperar.
Fonte: Administradores

segunda-feira, 22 de novembro de 2010

Festival da Climatização Leroy Merlin

O fim de ano está próximo, as festas de Natal e ano Novo estão chegando e o verão dá os primeiros sinais que vem clima quente por aí. Nesta época, as pessoas costumam estar mais felizes, alimentando a perspectiva de um 2011 melhor. Muitos procuram mudar o visual ou fazer alguma transformação na casa, porém quando param para calcular tudo, o orçamento fica apertado e a tão sonhada repaginada da casa acaba ficando para depois. Isso sem falar no calor, que vem invadindo os lares e a necessidade de refrigerar o ar fica cada vez mais evidente.


Pensando nisso, a Leroy Merlin resolveu dar uma mãozinha ao cliente ao oferecer o Festival da Pintura e Climatização. De 19 de novembro a 06 de dezembro as pessoas poderão aproveitar ofertas imperdíveis em itens para pintura e climatização.

Para os clientes refrescarem a casa, as lojas oferecem vários modelos de aparelhos de ar condicionado de todos os tipos, ventiladores comuns e de teto, umidificadores e climatizadores. Além da maior variedade do mercado, os preços cabem em todos os bolsos. Tudo para deixar a casa cada vez melhor.

Que tal mudar a cor das paredes da sala, ou fazer uma textura especial na parede do quarto? Este Festival traz preços imperdíveis como a tinta de marca própria da rede Luxens. A Leroy Merlin se preocupou com todo o processo de produção dessa tinta, utilizando materiais não agressivos, destinando os resíduos de forma adequada e sem agressão ao meio ambiente. A Luxens utiliza menos solvente químico COV (Compostos Orgânicos Voláteis) que o permitido na rígida normatização européia, contribuindo para a preservação da Camada de Ozônio. Ao optar pela marca, o consumidor também contribuirá com o meio ambiente, por se tratar de uma tinta à base d’água e de embalagens de aço reciclável.

A Leroy Merlin também disponibiliza o Centro de Cores, serviço onde o cliente poderá fazer uma textura personalizada para sua parede. São várias opções de tintas e cores para todos os gostos. “Este Festival é a oportunidade ideal para quem deseja comprar produtos de climatização e pintura. Temos muitos itens exclusivos e importados, e o melhor, os preços estão realmente baixos”, afirma Edinaldo de Godoy, diretor da loja Leroy Merlin Niterói.

Neste Festival a Leroy Merlin oferece condições especiais de pagamento no Cartão Leroy Merlin, além do Selo Garantia Leroy do Menor Preço**, que proporciona a certeza do menor valor, garantindo ao cliente a satisfação de comprar produtos com o melhor custo-benefício do mercado!

*Condições válidas para produtos anunciados em tablóides e similares, bem como para aquisições feitas no prazo de até 10 dias. Consulte nossas Lojas ou no site www.leroymerlin.com.br para verificar as demais condições

Serviço:
Festival da Pintura e Climatização Leroy Merlin 2010
Data: de 19 de novembro a 06 de dezembro de 2010

Local: lojas de São Paulo (capital, São Caetano do Sul, São José dos Campos, Ribeirão Preto e Campinas), Rio de Janeiro (Bangu, Rio Barra e Rio Norte), Minas Gerais (Contagem e Belo Horizonte), Rio Grande do Sul (Porto Alegre), Paraná (Curitiba), Goiás (Goiânia) e Distrito Federal (Brasília e Taguatinga).
Fonte: Paranashop

São Paulo recebe projeto de Daniel Libeskind

Empreendimento, o primeiro do arquiteto polonês na América Latina, será lançado até o final de novembro.
Com apenas 14 andares, o Vitra, primeiro projeto do arquiteto polonês Daniel Libeskind na América Latina, será construído no Itaim Bibi, na Zona Sul de São Paulo. O projeto será lançado pela JHSF até o final deste mês, tendo previsão para início de construção em julho de 2011 e término de obras em 2013. O projeto foi desenvolvido em parceria com o escritório de Pablo Slemenson. Edifício será construído no Itaim Bibi, Zona Sul de São Paulo.

A torre, multifacetada, terá forma e luminosidade diferenciadas. Segundo o arquiteto, o "Vitra é um novo conceito de residência em condomínio. Com sua forma esculpida e cristalina, cria um novo ícone para a cidade de São Paulo", disse Libeskind.


A torre terá um apartamento por andar, sendo que os preços variam entre R$ 9 milhões e R$ 20 milhões. Os apartamentos terão plantas diferentes entre si, com metragens que vão de 565 m² a 1.145 m², sendo a cobertura a maior das unidades.

O edifício contará com placas solares localizadas na cobertura, que serão utilizados para sistema de aquecimento; uso de materiais de alto desempenho, para a redução do consumo de energia por equipamentos de ar condicionado e elevadores; sistema de reuso de água da chuva; e vidros eficientes tipo "Low E" nas fachadas. O edifício, que será controlado por sistemas de gerenciamento inteligentes, também otimizará a gestão dos resíduos do canteiro de obras. No mínimo, 20% de todo o material de construção e mobiliário serão extraídos e/ou fabricados regionalmente, em um raio de até 800 km.
Apartamento mais barato custará R$ 9 milhões e terá 565 m².
Fonte: Piniweb

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Ar Condicionado Inverter promete redução de energia

A Springer Carrier inovou no lançamento da Hi Wall Carrier X-Power Inverter, um ar-condicionado inteligente, utilizando a tecnologia Inverter. Segundo o fabricante, o produto é mais silencioso, pode chegar a uma economia de 40% se comparado aos aparelhos splits convencionais, o que lhe confere o Selo Procel de eficiência energética em todos os modelos.
A tecnologia Inverter, desenvolvida pela Toshiba Carrier, trata-se de um eficiente controle no compressor que alterna as velocidades de rotação, otimizando a utilização de energia. Dessa forma, o aparelho trabalha somente o necessário para atingir e manter a temperatura selecionada, eliminando o liga/desliga e reduzindo o consumo de energia, com mais precisão e mais confiabilidade.
Além de contar com o Selo Procel de eficiência energética, a linha Carrier X-Power auxilia na preservação da natureza, pois utiliza gás refrigerante HFC R410A, que não agride a cama de Ozônio, além de não ser tóxico ou inflamável. O equipamento traz também o Filtro Dual Mix, que combate as bactérias, fungos e partículas de sujeira. O X-Power utiliza ainda o Filtro Nano Silver, um moderno sistema de filtragem com alto desempenho de combate a micróbios e odores. A ação de nano partículas de prata atrai e elimina os micróbios e partículas minúsculas.

O novo aparelho ainda possui as funções Sleep, Timer e Turbo, que atinge a temperatura selecionada com maior rapidez, e Swing, ajuste na direção do fluxo de ar vertical, além de três velocidades e modo Auto. Carrier X-Power está disponível nas versões Quente/Frio ou Frio, com capacidade de 9.000, 12.000, 18.000 ou 22.000 BTU/H.

Gostou deste artigo? Então considere assinar grátis nosso Rss Feed e receba todas as atualizações do SAC diretamente em seu e-mail.
Siga e envie aos seus amigos via Twitter e Facebbok.
Fonte: Bonde 

quarta-feira, 17 de novembro de 2010

Medidas simples pode evitar a transmissão de doenças

Superbactéria, nova gripe e outras descobertas estão deixando as pessoas preocupadas e algumas chegam ao exagero. Não é preciso entrar em pânico e o dr. Abrão José Cury Jr, presidente da Regional São Paulo da Sociedade Brasileira de Clínica Médica, dá orientações básicas para evitar a transmissão de doenças.

Doentes – Evite o contato direto, como beijos e apertos de mão, com pessoas doentes. Se possível, evite ambientes fechados, ou no mínimo, mantenha distância.

Roupa – A roupa, em geral, não é um veículo para transmissão de vírus. O vírus da gripe, por exemplo, é transmitida pelo ar. Portanto, apenas profissionais que atuam em hospitais devem tomar cuidado com o jaleco quando entram em ambientes controlados, como o centro cirúrgico.

Ventilação – A concentração de vírus e bactérias, em ambientes fechados, facilita a transmissão de doenças. A ventilação é a solução. Abrir janelas por algumas horas ao dia e manter limpo o sistema de ar condicionado ajudam muito.

Dica: mantenha a higienização do seu sistema se ar condiconado em dia.
Fonte: Portal Fator

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Palestra fala sobre os riscos em instalações de ar condicionado

A correta instalação de aparelhos de ar-condicionado não depende só da habilidade do técnico, mas também da segurança que é passada a ele na hora do trabalho. Prevenção, reconhecimento, avaliação e controle dos riscos são os pontos necessários para uma boa segurança do funcionário. Com esse intuito foi realizado na quinta-feira (11/11) a palestra "Segurança no Trabalho" na Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar-Condicionado, Aquecimento e Ventilação (ASBRAV).


De janeiro a setembro de 2010 houve no Brasil 10.832 mil notificações conforme pesquisa do Sistema Federal de Inspeção do Trabalho, ligado ao Ministério do Trabalho e Emprego. Ao todo 2.010 obras foram embargadas ou interditadas. O perito trabalhista assistente técnico, engenheiro civil Pedro João Squeff Neto foi o palestrante do evento e enfatizou que as empresas precisam ter em mente que segurança não é um custo e sim um investimento e precisam considerar que o maior patrimônio da empresa são os funcionários.

- Temos de ensinar o empregado a usar o equipamento. O funcionário tem de preencher uma ficha de fornecimento e assinar que recebeu. Além disso, fazemos a capacitação do empregado na atividade da função que ele está executando - explica.

Os riscos são divididos em físicos, químicos e biológicos. A atuação no setor inclui atividades que exigem atenção como trabalhos em andaimes e telhados e também é preciso avaliar o risco de gases tóxicos liberados pelos equipamentos com defeito - explica.

Pelo risco que as atividades de refrigeração e ar condicionado oferecem, é indicado que a empresa conte com um técnico de segurança no trabalho. Essa situação vai depender do número de funcionários e do grau de risco da atividade que é exercida. Um outro motivo de cautela é que muitas vezes, as empresas que fazem instalação, manutenção e reparos em sistemas de ar-condicionado desconhecem o local em que vai ser prestado esse serviço e o funcionário deve sempre estar preparado para o que pode encontrar.

Entre os principais equipamentos de proteção individual estão: luva adequada, viseira para o rosto e calçados seguros. Squeff Neto ressalta que deve-se ter muito cuidado com o equipamento individual, como a luva.

- Em alguns casos elas podem estar mais contaminadas por dentro do que por fora, pois o funcionário não faz uma higienização antes de colocar a luva ou mesmo porque o material fica jogado depois de usado - alertou.

A realização desta palestra faz parte de uma das propostas da ASBRAV que consiste em oferecer atualização e aperfeiçoamento a seus associados e, por conseqüência, melhores serviços ao consumidor final. O próximo evento, dia 02 de dezembro, será uma Palestra de Sensibilização para o PGQP, no qual os objetivos serão renovar o interesse pelo Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade nas empresas associadas e explicar sobre as vantagens que esta participação traz às empresas e o quanto é fácil o engajamento.
Fonte: Segs

Aumenta a procura por ar condicionado e ventiladores

O verão vem chegando e a tendência é de que as temperaturas permaneçam altas. Mais do que à sombra e água fresca, para se refrescar as pessoas recorrem aos ventiladores e ao ar-condicionado. E a procura pelos eletrodomésticos já começou no comércio de Criciúma.

“Vim comprar um ventilador para a minha filha deixar no quarto e outro para colocar na cozinha, quando estiver lá fazendo minhas coisas. Para não haver mais briga, já que queremos usar ao mesmo tempo e já estamos ficando abafadas com esse calor”, conta a dona de casa Tereza Aguiar.

O gerente de uma loja de eletrodomésticos, Celso Costa, informa que há dois meses os clientes já buscam os produtos. “Claro que nesta época a procura deu uma aumentada, mas as pessoas já estavam procurando antes”, disse.

Dentre os itens à venda, o que tem saído mais, segundo o gerente, são os ar-condicionados split. “A saída deles está muito boa. Proprietários de estabelecimentos grandes e até as pessoas, para colocar em casa, estão procurando. Acho que pelo fato de ele não fazer tanto barulho, ser bem evoluído e esteticamente ficar mais bonito no ambiente. A pessoa não tem que quebrar a parede, por exemplo”, lembrou.
Fonte: A Tribuna

domingo, 14 de novembro de 2010

Mantenha limpo ar condicionado e evite doenças respiratórias

O aumento das temperaturas, típico da temporada primavera/verão, está chegando sutilmente em 2010. Pouco a pouco, o frio do inverno começa a ceder enquanto o calor e a umidade vão aparecendo mais, o que também deve aumentar o uso de equipamentos de ar condicionado nas próximas semanas. É nessa hora que as pessoas devem ficar atentas para a limpeza dos dutos e filtros dos equipamentos, para evitar doenças do sistema respiratório. De acordo com o pneumologista da Paraná Clínicas Planos de Saúde Empresariais, Camilo Faoro, a higiene correta destas peças deve ser feita no sentido de evitar a propagação de poeiras e microorganismos no ambiente climatizado. A ideia da higienização é reduzir consideravelmente a incidência dos fatores que possam causar alterações respiratórias nas pessoas, sejam de causa alérgica ou infecciosa. Poeiras, fungos, vírus e outros microorganismos encontrados nos aparelhos de ar condicionado podem causar irritação nas vias respiratórias e/ou gerar reações infecciosas, sobretudo nas pessoas com doenças ligadas à respiração.
 
Dentre os fungos combatidos com a higiene correta estão os dos gêneros Dermatophagoides, Blomia e Aspergillus. Faoro explica que, até mesmo infecções mais graves, como pneumonias e sinusites causadas por bactérias, como a do gênero Legionella, por exemplo, podem ser causadas por ar condicionados sujos. A limpeza de dutos e filtros de ar deve ser feita com água e produtos de limpeza, como o álcool etílico e limpadores específicos. É importante lembrar que, mesmo com a higienização, não é possível eliminar 100% microorganismos prejudiciais à saúde. O que acontece é que “a limpeza diminui consideravelmente a ocorrência destes fatores de risco no ambiente”. A utilização saudável dos equipamentos, explica Faoro, deve aliar o uso racional com a higienização regular dos mesmos, permitindo, dessa forma, o aproveitamento do conforto sem riscos a saúde.
Fonte: O Debate

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Limpeza de Dutos Sua Marca Aqui Sua Marca Aqui Sua Marca Aqui Sua Marca Aqui Sua Marca Aqui

COMPARTILHE E FAVORITO

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More